Como usar o bom humor para motivação profissional

Como usar o bom humor para motivação profissional

De repente você olha para a sua mesa de trabalho e não encontra sua agenda. Suas anotações para a reunião que começará em instantes estão em algum lugar na gaveta, ou perdidas em notas registradas no computador.

Papéis espalhados, planilhas desatualizadas.

Até parece que uma ventania passou sobre seu ambiente de trabalho – e não é a primeira vez que isso acontece.

Essa cena parece familiar?

Na rotina atual de todos os profissionais, independente de cargos, manter o bom humor para lidar com situações adversas não é uma tarefa fácil.

Tudo é urgente. O problema é que se não houver uma válvula de escape essa rotina pode gerar estresse e prejudicar as conquistas de metas e objetivos das equipes e líderes envolvidos nos projetos corporativos.

É justamente para equilibrar esse ambiente que é importante estimular o bom humor no ambiente de trabalho. Afinal, quando lidamos com as adversidades da rotina corporativa com mais leveza a tendência é de os problemas e conflitos serem solucionados com criatividade e eficiência.

As empresas e gestores mais atentos já perceberam inúmeros benefícios ao estimular o senso de humor em seus ambientes de trabalho:

  • Redução do estresse;
  • Proatividade para resolução de problemas;
  • Melhora a comunicação entre colaboradores;
  • Motiva e inspira equipes e líderes.

Como estimular o bom humor no ambiente corporativo

A ideia é estimular que o ambiente seja leve, no entanto, sem que isso tire o foco e atenção das pessoas a cumprirem suas tarefas com produtividade.

Então se você quer algumas dicas pode começar por aqui:

Conheça o perfil bem-humorado dos colaboradores

Uma iniciativa bacana é promover um bate-papo com os funcionários para identificar coisas que gostam de fazer fora do trabalho, como preferências por séries e filmes, shows, programas de televisão, música.

Aproveite para extrair informações que revelem o que motiva o senso de humor neles.  Uma estratégia que auxilia para planejar ações específicas para motivação no ambiente corporativo.

Destaque pontos fortes

A maioria das pessoas está sempre buscando um reconhecimento das lideranças. E quando esse feedback não chega, os profissionais podem ficar frustrados e de mau humor.

Gestores e líderes podem aproveitar esses momentos de descontração e bom humor para destacar aspectos positivos dos colaboradores.

Afinal, a cultura do feedback é fundamental para motivar os colaboradores a terem mais ânimo no trabalho. Nesse aspecto, recomenda-se que os líderes passem a usar mais o recurso do feedback, para ajustar os pontos fracos e enaltecer os pontos fortes.

Esse diálogo tende a fortalecer os vínculos, estimular bom humor e produzir bons resultados para performance das equipes.

Bom humor para atenuar conflitos

Cada indivíduo tem suas próprias características e personalidade. Umas mais leves, outras mais fechadas. Também existem pessoas que só reclamam de tudo a gerar intrigas e situações desconfortantes.  Uma situação que sobrecarrega o ambiente de trabalho, podendo até torná-lo ruim, pesado.

Quando o perfil bem-humorado dos colaboradores predominam a tendência é de afastar essas nuvens carregadas, e estimular o lado positivo das coisas, gerando um clima mais ameno.

Risada: melhor até do que remédio

“Rir é o melhor remédio e faz bem à saúde”. Você certamente já ouviu essa famosa frase, certo?

Como resistir a uma risada. Seja de uma criança ou adulto. Impossível não se sentir bem após uma boa gargalhada.

Não à toa que o tema foi alvo de diversas pesquisas científicas. Por exemplo, um estudo da Universidade de Oxford (Inglaterra) constatou que uma boa risada pode até reduzir a sensação de dor. A ciência médica explica que, depois de rir hormônios como endorfina e serotonina são liberados na corrente sanguínea, gerando bem-estar.

Essa reação química só reforça a tese de que o bom humor no ambiente de trabalho motiva e engaja os colaboradores.

Outra explicação é que quando rimos automaticamente enviamos mais oxigênio para o cérebro, melhorando a capacidade de raciocínio.

Mas como todo remédio, é preciso saber medir e usar as doses certas. Como tempero na comida, é preciso tomar cuidado para o bom humor não estragar o ambiente. Não se pode tratar com humor todos os casos e situações – vale reforçar que ser bem humorado não é sinônimo de ser “o engraçadinho” que sempre está de piadas tirando o foco e atenção dos colegas.

Motivação no ambiente de trabalho

Vimos aqui que o bom humor está completamente ligado à motivação no ambiente de trabalho. Muitos fatores também estão ligados, como valor da remuneração, benefícios, clima da empresa, desafios, reconhecimento, entre outros.

Para reforçar esses aspectos positivos promover palestras ou stand up corporativo também é uma boa ferramenta para elevar o humor e clima na sua empresa.

O comediante Jeffinho Farias, popularmente conhecido como o cego da Praça é Nossa, é mestre em motivar e inspirar pessoas em diversos ambientes corporativos.

Em suas palestras show e estand up corporativo, Jeffinho combina seu particular humor com mensagens motivacionais para inspirar e apontar soluções para os mais diversos desafios pessoais.

Receba uma proposta personalizada do Jeffinho para seu evento!

Este post tem 2 comentários

  1. Luciano Fachel

    Muito inspirador! Quem também tinha o bom humor aflorado era o palestrante espírita Jerônimo Mendonça, “O Gigante Deitado”, este famoso médium mineiro, que ficou paralítico devido a artrite reumatóide, dava palestras deitado em uma maca, viajando pelo Brasil. Sucesso e grande abraço!

    1. Jeffinho Farias

      Muito obrigado Luciano, vou pesquisar mais sobre o trabalho dele. Valeu pela dica.

Deixe uma resposta

4 × 5 =